07 maio 2010

NATUREZA E CRIATIVIDADE


Quem me conhece sabe perfeitamente que adoro fotos, principalmente da Natureza, e mais ainda se forem de orquídeas. Por falar nisso, o que você sabe sobre as orquídeas? Você conhece a lenda das orquídeas?

As orquídeas são plantas da família Orchidaceae, pertencentes à ordem Asparagales, uma das maiores famílias de plantas existentes no mundo. Apresentam várias e variadas formas, cores e tamanhos e estão presentes nas áreas tropicais de todos os continentes, à exceção da Antártida. Majoritariamente epífitas, as orquídeas crescem sobre árvores, que usam como apoio na busca da luz, mas não são plantas parasitas, nutrindo-se apenas de material em decomposição que cai das árvores e se acumula em suas raízes. Elas se reproduzem na natureza, pela dispersão das sementes, e em cultivo, pela divisão de touceiras, semeadura in vitro ou meristemagem, técnica de laboratório que consiste em fazer novas plantas mediante propagação de tecidos meristemáticos, micro-propagação meristemática, merismática.

Segundo a lenda, as bruxas usavam as raízes tuberosas das orquídeas (semelhantes a testículos humanos) no preparo de poções mágicas: as frescas para promover o amor, as secas para provocar paixões!

Herbalistas do século XVII chamavam as orquídeas de Satírias, em referência a Sátyros, deus grego habitante das florestas, que segundo os pagãos, tinha chifres curtos e pés e pernas de bode. Na língua portuguesa, aliás, a palavra Sátiro é sinônimo de devasso, libidinoso.

Ainda de acordo com a lenda, Orchis, filho de um Sátiro com uma ninfa, foi assassinado pelas bacantes, sacerdotisas de Baco, deus do vinho, mas graças às preces do pai acabou se transformando em uma flor, exatamente a orquídea!

Mas eu não vim aqui falar das orquídeas, e sim do que a criatividade humana pode fazer quando se junta à Natureza. Veja que efeito interessante e criativo.


O vaso, que na verdade é uma tina de madeira, foi cuidadosamente enterrado para que parecesse que caiu. As flores foram plantadas na linha de projeção do vaso. Repare que as mais altas ficam mais próximas do vaso, enquanto que as rasteiras ficam mais distantes, criando um efeito cascata. Um gramado bem cuidado também é essencial para destacar do arranjo. Não ficou lindo?

Sobre o Autor:
Carlos Roberto Carlos Roberto de Oliveira é advogado estabelecido em Nova Iguaçu - RJ. A criação do Dando Pitacos foi a forma encontrada para entreter e discutir assuntos de interesse geral.

Cadastre seu e-mail e receba nossas postagens

Blog Widget by LinkWithin

5 comentários:

  1. lindo post !
    gostei, eu amo orquideas a paz

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante a estória e as fotos.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Lindo, meu amigo! Dispensa comentários!
    Super beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir

A existência de qualquer blog depende da qualidade do seu conteúdo, e mais do que nunca, do estímulo de seus leitores. Por isso, não saia sem deixar seu comentário!