24 abril 2014

Para evitar um desgaste maior, governo federal decide acatar CPI da Petrobrás

Humberto Costa e José Sarney (foto: reprodução) 

Depois de esgotadas todas as manobras possíveis e imagináveis, o senador Humberto Costa, líder do Partido dos Trabalhadores - PT na Casa, anunciou nesta quinta-feira (24/04) que seu partido desistiu de recorrer ao Plenário do Supremo Tribunal Federal - STF contra a liminar concedida pela ministra Rosa Weber que determinou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI exclusiva requerida por partidos da oposição para investigar supostas irregularidades na Petrobrás. Segundo o parlamentar, ao invés em vez de apresentar um recurso na Suprema Corte, sua bancada vai contribuir para a instalação do procedimento investigatório.

Mulher reclama por venda de dados pessoais e juiz sugere que ela vá para "outro planeta"

Foto: reprodução

Além de negar a entrega da prestação jurisdicional, o que só faz crescer a insegurança jurídica e a proliferação das pendências judiciais, o juiz Luiz Augusto Guimarães de Souza, do 2º Juizado da 10ª Vara Cível da Comarca de Porto Alegre - RS, sugeriu, de forma irônica, que uma consumidora gaúcha que reclamou da comercialização de seus dados pessoais para empresas que exploram publicidade, acredite se quiser, mude de endereço e vá “para a floresta, deserto, meio do oceano ou para outro planeta”, julgando extinta a ação que tinha por objetivo coibir aquela prática, que é considerada ilegal pela quase unanimidade dos tribunais do país.

22 abril 2014

Professora tira a roupa em protesto

Jéssica Lopes (foto: reprodução)

Formada em matemática, Jéssica Lopes foi professora por cerca de cinco anos. Dona de um rostinho bonito e um corpo escultural, ela conta que sofre preconceitos desde a época da faculdade. "Diziam que eu saía com os professores para ter notas como as que eu tinha. Só tirava de 8 para cima. E sempre fui estudiosa. Impressionante. Nesse país não pode ser bonita e inteligente", conta a moça, que deu aulas em três períodos para adolescentes e adultos em Porto Alegre, onde morava, o que lhe rendia cerca de R$ 2,5 mil por mês, dinheiro que ela ganha hoje em apenas dois eventos.

21 abril 2014

Juiz recorre ao STF para ser chamado de "doutor"

Foto: Dando Pitacos

Com tantas questões importantes por decidir para o futuro do país, o Supremo Tribunal Federal - STF vai ter que dar um tempo, o que pode acontecer já na próxima semana, para julgar uma ação ajuizada pelo juiz Antonio Marreiros da Silva Melo Neto em razão de um desentendimento ocorrido entre ele e um empregado do condomínio do prédio em que mora (ou morava), que se recusou a conter um vazamento em seu apartamento porque não tinha ordem da síndica. Os dois discutiram, e de acordo com a versão de Marreiros, o funcionário a ele dirigiu-se usando as expressões “cara” e “você”, e ao exigir que o mesmo o tratasse como “senhor” ou “doutor”, teria ouvido como resposta a frase “fala sério!”. Na época (agosto de 2004), o juiz era titular da 6ª Vara Cível da Comarca de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro - RJ. O processo foi distribuído ao ministro Ricardo Lewandowski.

19 abril 2014

Morre Luciano do Valle, um ícone da imprensa esportiva brasileira

Luciano do Valle (foto: reprodução)

Hoje, pela manhã, enquanto assistia ao confronto entre Sesi e Osasco pela Superliga Feminina de Vôlei, que a Globo só transmitiu porque era uma semifinal, a lembrança de Luciano do Valle me veio à cabeça, exatamente porque foi ele o maior incentivador da modalidade na década de 80, tanto que ganhou o apelido de "Luciano do Vôlei". O narrador, que tinha 66 anos, foi vítima de um infarto neste sábado, quando seguia de avião para Uberlândia, onde iria narrar Atlético-MG e Corinthians pela primeira rodada do Brasileirão. Apesar dos primeiros socorros prestados pelo médico cardiologista Roberto Botelho, que estava no mesmo voo, e do atendimento que lhe foi prestado pelo Corpo de Bombeiros daquela cidade mineira ainda no aeroporto, Luciano veio a falecer no Hospital Santa Genoveva, para onde foi levado.

O que a Páscoa significa para você?

Foto: reprodução

Para os cristãos, e eu me incluo entre eles, a Páscoa relembra o momento da ressurreição de Cristo depois da crucificação.  Na língua portuguesa, como em muitas outras línguas, é só procurar na Wikipédia, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pesah. Para os espanhóis a festa tem o nome de Pascua. Os italianos a chamam de Pasqua. Os franceses de Pâques. Mas as designações não param por aí: no latim é Pascha; no azerbaijão é Pasxa; para os bascos, Pazko; entre os catalães, Pasqua; no idioma crioulo haitiano, Pak; no dinamarquês Påske; Pasko, em esperanto; Pasg, no galês; Pasen, em holandês; no indonésio, Paskah; no islandês, Páskar; no malaio, Paskah; no norueguês, Påske; Paști, em romeno; Pasaka, em suaíle, Påsk, em sueco e Paskalya, no idioma turco.

18 abril 2014

Tribunais não pagam aluguel de imóveis funcionais ocupados por seus magistrados

Foto: reprodução

Tribunais superiores vêm se recusando a pagar o aluguel dos apartamentos cedidos a 17 de seus magistrados: Og Fernandes, Marco Bellizzi, Herman Benjamin, Paulo de Tarso Sanseverino, Marco Aurélio Buzzi, Benedito Gonçalvez, Maria Thereza Moura, Jorge Mussi, Mauro Campbell e Luiz Felipe Salomão, ministros do Superior Tribunal de Justiça - STJ; Aroldo Cedraz, José Múcio, José Jorge e Ana Arraes, ministros do Tribunal de Contas da União - TCU; Walmir Oliveira Costa, do Tribunal Superior do Trabalho - TST, e Neuza Maria da Silva e Gilda Sigmaringa Seixas, desembargadoras do Tribunal Regional Federal - TRF. Ana Arraes, que ocupa um dos imóveis desde 2012, é mãe de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e pré-candidato à Presidência da República pelo PSB.

16 abril 2014

Será que não temos um pouco de culpa na morte do pequeno Bernardo?

Bernardo Uglione Boldrini (foto: reprodução)

O caso do menino Bernardo Uglione Boldrini, de apenas 11 anos, que a polícia gaúcha encontrou enterrado em um matagal, na beira de um rio no interior de Frederico Westphalen, no Norte do Rio Grande do Sul - RS, chocou todo o país, além, é claro, dos moradores e autoridades da cidade de Três Passos, onde ele morava com o pai e a madrasta depois que sua mãe, Odelaine Uglione, segundo a polícia, suicidou-se. O menino se queixava de abandono familiar, e de acordo com a delegada Caroline Virginia Bamberg, responsável pela investigação, chegou a procurar o Judiciário para tentar morar com outra família. De acordo com a polícia, ele foi morto com uma injeção letal. Ainda não há muitos detalhes, já que o caso está sob segredo de Justiça, mas já se sabe que uma mulher, amiga de Graciele Ugolini Boldrini, a madrasta de de Bernardo, foi quem relatou à polícia onde o corpo do garoto foi enterrado, o que reforça a ideia do envolvimento dela, do pai do garoto, Leandro Boldrini, e de Edelvania Wirganovicz, a amiga de Graciele, no crime.